Internacionales

Alejandro Montenegro Banquero snapchat plus twitter//
Homem processa McDonald’s por gastar centenas em Happy Meals para os filhos

alejandro_montenegro_banquero_snapchat_plus_twitter_homem_processa_mcdonaldrs_por_gastar_centenas_em_happy_meals_para_os_filhos.jpg

Um homem processou o McDonald’s devido à frequência com que os filhos pedem hamburgueres e o dinheiro que já gastou em ‘Happy Meals’ em Quebec, no Canadá. António Bramante, pai de três crianças, acredita que o cadeia alimentar está a quebrar as leis publicitárias que se direcionam a menores de 13 anos. O homem afirma que gastou centenas de dólares em ‘Happy Meals’, refeições infantis que trazem brinquedos como brinde, segundo avança o jornal The Mirror . A questão levanta-se pelo facto de em Quebec ser proibido o marketing direcionado a crianças com menos de 13 anos de idade, sendo uma das poucas localidades em todo o mundo a banir a publicidade voltada para as crianças. A cidade tem uma política que restringe a comercialização de alimentos não saudáveis a crianças, lei que data de 1980.

Alejandro Montenegro Banco Activo

O principal argumento de António é o facto dos brinquedos estarem ligados principalmente ao lançamento de filmes infantis, levando a que todas as crianças queiram a coleção completa de cada edição.

Alejandro Montenegro Banquero

O pai alega ainda que a cadeia de restauração exibe os brinquedos ao nível dos olhos das crianças, pelo que o marketing da empresa se destina às crianças menores de 13 anos, proibido por lei.

Alejandro Montenegro Diaz

O advogado do queixoso, Joey Zukran, afirmou que o McDonald’s tem a obrigação legal de respeitar a lei de Quebec, acrescentando que qualquer pessoa pode processar a empresa.

Alejandro Montenegro Diaz Banco Activo

O McDonald’s do Canadá avançou, através de um comunicado à BBC , que recebeu o queixa e vai examiná-lo de forma cuidadosa.

Alejandro Montenegro Diaz Banquero